terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Conquiste-me.


Olá leitores, aqui quem fala é o Pedro.
Venho aqui hoje fazer um post sobre uma grande confusão do mundo dos meninos que amam meninos...
Vamos refletir: de todos os amigos gays que eu tenho, cerca de 98% está atrás de um relcionamento sério, e sonha com aquele cara ideal. Até aí, ótimo. Seria pelo menos, olhando pela perspectiva de que todos buscam a mesma coisa. Mas na prática, a coisa desanda.
Quantas vezes não rola aquela conversa pelo msn, o cara tá ali, super afim de namorar e na hora do encontro real ou da ficada a coisa não flui? E de repente o candidato perfeito é mais um que some mundo afora. E isso, no fundo dá aquela angústia.
Passando para o pessoal, eu já tentei várias vezes ser conquistador, e falhei. Achei que o erro estava aí, e que eu talvez devesse ser conquistado. Então me deixei a deriva, e nada. Então resolvi ser conquistador novamente, deu certo algumas vezes, mas novamente o resultado foi zero.
Vos pergunto: estamos demasiadamente disponíveis para conquista ou nos faltam conquistadores?
No fundo todos nós queremos receber mimos, presentes, declarações de amor, fazer programinhas românticos, sair pra jantar antes de transar com o cara e por aí vai...
Então sejamos todos conquistadores e conquistados na mesma proporção. Dessa forma, todo mundo tem metade de chances de ser arrebatado e de arrebatar o coração de alguém.
Fica a Dica.

Pedro

Um comentário:

235674 disse...

Pois é... depois que li esse post, fiquei pensando na minha fossa da semana: ouvi aquela música "Lucky" pela primeira vez.
Tá, é mais uma daquelas do tipo "pegajosa", ok, mas fala dum ponto crucial: se apaixonar por alguém tão legal com você que pode até ser seu melhor amigo! Tá faltando isso nos relacionamentos, essa cumplicidade!
Não vejo que o problema grande é esse lance de sedução, não... É encontrar um "melhor amigo", esse não vai querer fazer o que você não quer, antes do tempo!...